HIT ME!


4ever alone

Eu ri.



Escrito por Zé às 15h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Lei de Gaga

-> Bobagento.



Escrito por Zé às 15h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




MARIMONGA

“Iraaado, galera!”

-> Gordonerd.



Escrito por Zé às 15h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




"Zé Cannabis"

Quando eu dava aula numa escola perto do Parque Antártica, havia uma 7ª série que só tinha vidaloka, um cara até era “l.a.” (“liberdade assistida”, uma espécie de liberdade condicional da Febem). Esse moleque tinha sido expulso de outra escola por ter arremessado uma cadeira do 2º andar em cima de uma professora. Durante uma aula minha, ele moeu giz, esticou uma carreira enorme em cima da mesa e disse “vai psor, essa é da boa, de Helipa, manda uma aí, vai!”, e eu “não uso dORga, cara.” Aí ele enrolou um canudo e cheirou tudo sozinho. Mas o cara até que gostava de mim, ainda mais quando falei sobre a “Guerra do Ópio”. Ele me perguntava se esse “bagúio” deixava os chineses muito loucos, e eu dizia que sim. Os vidaloka dessa sala me achavam mó doidão: “aí, esse psôr é zica, manow! Huahauhuaa!”

Foi quando ganhei o apelido de “Zé Cannabis”. Isso começou a ter proporções alarmantes, e dali uns dias a escola inteira gritava quando eu chegava: “AEW! Zé Cannabis na áreaaaa!!! Huahuahauh!!!” Até na sala dos professores e nas atribuições de aula na Diretoria de Ensino, companheiros de trabalho me chamavam pela porra do apelido. Uma vez eu estava a algumas quadras da escola e havia uma perua lotada de moleques do prézinho, e um deles gritou “ó lá o Harry Potter!” Só que seu amiguinho ao lado o corrigiu com uma cotovelada: “Se liga, idiota! Aquele é o Zé Cannabis, ô! Eae, Cannabis! Suave?” Detalhe: eu nunca tinha visto aqueles moleques na vida.

Alguns alunos eram viciados naquele jogo dos infernos, “Counter Strike” (pros íntimos, “CS”). E jogando online, descobriram um mané com o nick de “KanNabIs” (eu nunca joguei essa merda, só pra constar). Pra quê. No dia seguinte, o assunto era: “Eae, encontrei o Zé Cannabis jogando CS online ontem! O cara é zica no jogo, hein? Só headshot, manow! Huahuahauha!” Aí vinham me encher o saco: “Eae Cannabis, cê joga CS né?”, e eu “já falei que não uso dORga!”. Mas não adiantava, diziam “o Cannabis é humilde, fala que não joga mas nóis sabe que ele joga e o cara manda bem bagarai, mó viciado, esse cão! Deve usar cheat! Huahuahuaha!!!”

Bueno, acabou o ano e tive que sair da escola. Os alunos fizeram um abaixo-assinado pra que eu ficasse, mas como sou professor substituto, no way. Escreveram coisas do tipo “Fik Kannabis!!! N abandona agenti! Nóis ti zoa mas nóis te ama! kkkkk” Num dia de aula, não sei como, alguém conseguiu tirar uma foto minha sem que eu visse. Aí fizeram a montagem abaixo, do “Zé Cannabis” jogando Counter Strike:



Escrito por Zé às 17h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Truco tenso

“Nesse truco tava valendo o toba assim né, e eu tive que dar o toba pra ele porque eu perdi! Ele disse mão na parede! Aí rancou a sucuri, aquela cabeçona cor de abróba... falei pra ele: ‘qualquer coisa cê chama a ambulança? Eu dou o cu pucê, mas cê chama a ambulança?’”



Escrito por Zé às 20h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog